Amor é tudo que eu tenho
Aguenta firme os golpes da solidão que vai pairar sobre você. Levo comigo seu coração, eu sei. Mas vou com saudades. Só não pense que eu fui por não te amar.
Alguns nunca
enlouquecem. Que
vida de merda eles
devem levar.
Charles Bukowski.   (via romanteios)

Olha só pra você, ai, perdido, como se já não esperasse mais nada, como se já tivesse matado leões com as próprias mãos, e achado melhor descansar, pela sorte de estar vivo. Não há sorte em estar vivo, você faz a sua sorte, mesmo que custe sua vida. Você é bom, quem te disse o contrário disso? Você pensa que eu não sei o que é pensar que está sempre fracassando? Eu sei, eu sinto isso. Eu erro igual qualquer outro que tenha a chance. Você não precisa da minha ajuda, ou do conforto das palavras que eu posso te oferecer. Apenas, acredite mais, talvez você não saiba, mas é possível derrubar montanhas usando os punhos, tocar as nuvens e ignorar toda essa dúzia de lógicas baratas que enchem livros e fazem as bibliotecas bocejar. Não estou aqui para dizer que é fácil, só quis te lembrar que ainda há tempo de ser imbatível - diferente do que dizem, essa geração não está perdida, apenas esquecida de que há caminhos não explorados. Não deixem as lendas do passado falarem alto que são insuperáveis. Porque jamais serão ao menos que você os deixe ser.
Sean Wilhelm.  (via florindo-me)

Na narração da minha vida, muitas vezes me encontro no tempo cronológico, seguindo externamente um velho relógio sobre meu pulso. E em muitas outras vezes no tempo psicológico, vivendo, portanto de memórias antigas, de perdas e partidas.
O tempo que marca minha vida, Jô Costa.   (via separou)

Querido amigo.
Eu já não consigo imaginar o quando a saudade de você já me matou e ainda me mata. Faz muito tempo que não nos vemos, não saímos, não compartilhamos momentos inesquecíveis. Eu sinto muita saudade, muita dor dentro de mim por não te dito pelo menos o último adeus. Lembra quando estávamos fazendo um vídeo seu para sua namorada? Eu tenho o vídeo incompleto no meu computador até os dias de hoje, choro sempre que vejo. A saudade é muita, é gigante sem comparação. Quando íamos para o centro só para andar e tomar um sorvete, era os momentos que eu mais gostava de passar com você, pois ali a atenção para os nossos sonhos não se dividia com nenhum outro assunto. Quando dormia na sua casa e ficávamos até 5 horas da manhã conversando besteiras e comendo porcarias, toda vez que eu dormia me sentia muito bem, porque eu podia contar com você a todo momento. Você um dia me disse que a melhor data para você é 29, não importa o mês, era o seu número da sorte. Você começou a namorar dia 29. Fez uma carta para sua namorada com 29 páginas. Mas eu mesmo odeio essa data com todas as minhas forças. Nunca vou esquecer essa data 29 de fevereiro. Aquele último tchau, amanhã a gente se vê. O último abraço. Se eu soubesse que isso iria acontecer, teria dito pra você ficar, pra você nunca ter ido. Teria dito o quanto você era importante pra mim, o quanto você me ensinou, o quanto você me levantou quando todos me rebaixavam. O quanto minha vida era boa quando tinha você para eu contar todos os meus segredos, todos os meus sonhos e você não julgar nenhum deles, apenas dar suas palavras como forma de apoio. Mas eu não fiz isso, eu não disse nada, só disse um até logo, e este até logo está tão distante agora. Acordo no outro dia com um telefonema: “Charlie, ele sofreu um acidente.” No momento eu achei que era simples, mas a irmã dele não tinha completado a frase, pois não conseguia falar. “É grave, ele corre risco de vida.” No momento que ouvi isto, eu queria sair e ir atrás dele aonde ele estivesse. Não ia adiantar de nada, mas o que eu queria era dividir minha vida com a dele, repartir o pouco que eu tinha, só pra poder ter ele de novo. Mas, não era possível isto, e logo no dia 29 ele morreu. Se eu sinto falta? Não é possível se comparar a nenhum outro sentimento, não para de doer, não para de aumentar a dor e isso nunca vai acabar. Ninguém vai entrar e tapar esse buraco, por que não é um buraco, é uma cratera. E hoje? eu vivo sem poder contar meus sonhos, sem poder contar meus segredos, sem poder falar com ninguém sobre o que eu quero. Quanta saudade de você seu gordo, quanta saudade. O mundo é isto, uns vem e outros vai, mas temos que compartilhar momentos bons, e usufruir o máximo deles com quem a gente ama, pois ninguém sabe o dia de amanhã, um “até logo” pode ser a última coisa que vai dizer. E eu ainda me arrependo de não ter dito para ele ficar, me sinto culpado. E essa culpa nunca vai sair de mim.
O menino Charlie.   (via pronuncio)

Eu quero de você no máximo, é fazer do teu abraço a minha morada. Ser a motivação dos teus sorrisos. Deitar abraçado com você, na mesma cama, dormir de conchinha com nossos rostos colados. Acordar no meio da noite com beijos inesperados e ouvir todos os dias a mesma resposta; eu aceito casar com você, sabendo que nós já somos casados.
 Pablo Henrique.    (via alentador)

— Você ama a minha filha?
— Amo muito, senhor.
— Ah, que bom. Porque é disso que você terá que se lembrar nos dias ruins.
Sempre Ao Seu Lado.  (via cuidei)

Oro a Deus não pedindo cargas mais leves, e sim ombros mais fortes. E tenho repetido que no que depender de mim, me recuso a ser infeliz. As coisas vão dar certo. Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz.
Caio Fernando Abreu.  (via procenio)

@romanceais