Amor é tudo que eu tenho
Aguenta firme os golpes da solidão que vai pairar sobre você. Levo comigo seu coração, eu sei. Mas vou com saudades. Só não pense que eu fui por não te amar.
Me desculpe o alvoroço. Perdão pela tempestade. É que quando você tá aqui eu não consigo esconder a alegria da minha alma pelos seus olhos que brilham tão fascinantes, são constelações? E eu não consigo parar de falar porque meu coração insiste em ouvir sua voz e pra que isso aconteça eu preciso perguntar, perguntar tudo e nunca o mais importante: você quer meu coração? Porque eu quero te dar, mas entre te assustar ou te ver e ouvir, prefiro a segunda opção. Porque se você tá aqui eu não preciso que amanheça. Não preciso que as horas corram, tampouco que o tempo passe. O que importa o mundo lá fora? Mas, por outro lado, eu preciso aprender a silenciar a boca e desacelerar o sorrir da alma com sua presença, dizem que quem é feliz quietinho, é feliz por mais tempo e, você eu quero a vida inteira. Mesmo que me cause mudez.
— Ass. az. (via acantoadas)

Chove tanta saudade aqui, que começa a transbordar pelos olhos. E junto com meu coração minha alma também chorar, tento me esconder atrás de um sorriso porem isto está ficando cada vez mais difícil.
Quando eu pensei que já tinha chorado todos as minhas lágrimas, começa a chover de novo, e, de dentro pra fora a tempestade de saudade se alastra e acaba inundando o meu ser.
Agora chove lá fora, e aqui dentro também.
J. Werner  (via clamam)

Contem-lhe que há milhões de corpos a enterrar, muitas cidades a reerguer, muita pobreza pelo mundo. Contem-lhe que há uma criança chorando em alguma parte do mundo e as mulheres estão ficando loucas, e há legiões delas carpindo a saudade de seus homens; contem-lhe que há um vácuo nos olhos dos párias, e sua magreza é extrema; contem-lhe que a vergonha, a desonra, o suicídio rondam os lares, e é preciso reconquistar a vida.
Vinicius de Moraes   (via oxigenio-dapalavra)

Já pensou como seria bom
viver um pouco fora do tom
e sair um pouco dessa prisão
deixar de lado toda essa ilusão.

Já pensou como seria louco
viver sem acreditar nas coisas que ouço
e correr sem ter pra onde ir
depois de tanto tempo tentando fugir.

Já pensou como seria viver sem essa ansiedade
apesar de tudo ter virado saudade
e acreditar que um dia tudo vai mudar
sem ao menos ter alguém pra ajudar.

— wl  (via oxigenio-dapalavra)

E se você puder me olhar
Se você quiser me achar
E se você trouxer o seu lar
Eu vou cuidar
Eu cuidarei dele
Eu vou cuidar do seu jardim
Eu cuidarei muito bem dele
Eu vou cuidar
Eu cuidarei do seu jantar
Do céu e do mar
E de você e de mim.
— Nando Reis (via ergueu)

singrar:

Quem sabe um dia, desistente de tua distância, você venha, cheio de ânsia, em meus lábios se banhar. E nesses dias em que corre louco feito um rato, vou botando meus sapatos, preparando nosso altar.


A gente ia ser feliz, a gente ia ser um do outro, a gente ia .. ia… ia… E não foi.
Cidades de Papel   (via clamam)

Quando eu lhe dizia:
— Me apaixono todo dia, e é sempre a pessoa errada.
Você sorriu e disse:
— Eu gosto de você também.
Legião Urbana (via classificar)

@romanceais